Páscoa, chocolates e artrite reumatoide

A princípio, pode parecer que não há conexão e sentido nessa ideia, não? Mas quem tem AR sabe, a alimentação desempenha um papel muito importante na hora de diminuir as dores provenientes dos processos inflamatórios.
Com AR ou sem, você é o que você come. Esse é um ditado popular que só tem verdade. Vários estudos vêm mostrando que nosso corpo se comporta com uma influência extrema do tipo de combustível com o qual escolhemos nos abastecer. Ou seja, o que escolhemos comer basicamente define nosso comportamento fisiológico. E no mês de abril, tem a páscoa. Isso significa: hora do chocolate!
A alimentação para pessoas com AR
Quando falamos de uma alimentação correta para pessoas com artrite reumatoide, é comum que as pessoas pensem que uma dieta regrada para esse sentido, será uma medida de muito sucesso para o controle da doença. Mas não é bem assim. A verdade é que existem determinados alimentos que geram resultados mais positivos para pessoas com a AR.
Nesse caso, o chocolate propriamente dito, não é um deles. No entanto, isso também não faz com que você precise excluir seu consumo se não houver uma recomendação médica específica para isso.
Opinião do nutricionista
De acordo com o nutricionista Paulo Rua, colunista do Qual Farmácia, se pensarmos em um ovo de páscoa comum, desses vendidos em supermercados, a quantidade de açúcar é sempre muito elevada. Esse é o ponto central para discutir sobre o chocolate. Mas para falar do cacau, que é uma fruta com propriedades nutritivas interessantes, a discussão é outra.
Portanto, se o consumo dos ovos de páscoa for pensado dentro de uma noção de alimentação equilibrada (mesmo que seja pouco chocolate), não há benefícios que compensem a quantidade de açúcar desse produto e, consequentemente, o alto valor calórico desse alimento.
No entanto, comer chocolate aumenta os níveis de serotonina no nosso corpo. E esse é um neurotransmissor associado ao bem-estar.
Porque comer chocolate?
Quando os níveis de serotonina estão elevados, nós nos sentimos bem! Se você estiver sentindo um pouco mais de dor em um certo dia, é provável que você alivie um pouco o incômodo. O nosso cérebro é “enganado” por algum tempo e as sensações ruins vão embora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading...
%d blogueiros gostam disto: