Pílula contraceptiva ligada a menor risco de artrite reumatoide

Estudo revela que além de prevenir a gravidez, a pílula contraceptiva pode ainda ajudar a diminuir o risco de mulheres desenvolverem artrite reumatoide.

O estudo sueco publicado na revista Annals of the Rheumatic Diseases revelou que as mulheres que tomavam a pílula contraceptiva há mais de sete anos tinham 19% menos risco de desenvolver artrite reumatoide.
Além disso, como reporta o Indian Express, o risco era 15% mais baixo em mulheres que atualmente tomam a pílula contraceptiva e 13% menor em mulheres que já fizeram este tipo de contracepção no passado.
Estas conclusões mantiveram-se independentemente do teste para anticorpos antipeptídeo citrulinado (ACPA, na sigla em inglês) ter dado positivo ou negativo. Os anticorpos antipeptídeo citrulinado geralmente indicam o risco de uma pessoa desenvolver artrite reumatoide.
Para este estudo a equipe de investigadores da Suécia analisou a possível relação entre o desenvolvimento da doença e o uso de pílula e/ou amamentação (que também se mostrou uma prática protetora contra a artrite) em 2.578 mulheres adultas que tiveram pelo menos um filho e 4.129 mulheres selecionadas aleatoriamente, que formaram o grupo de comparação.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading...
%d blogueiros gostam disto: