SEJA BEM VINDO MAIO ROXO – GARCE

Não se tem uma data precisa de quando o movimento de conscientização do Lúpus e Espondilite Anquilosante chamado Maio Roxo, começou. O que se sabe é que são 31 dias dedicados ao conteúdo informativo e motivacional dessas doenças. Várias associações e médicos se unem e organizam eventos, encontros, artigos e tudo mais que possa agregar em conhecimento da sociedade sobre a importância da inclusão e visibilidade.

O maio roxo marca também a conscientização de outras doenças além do Lúpus (10/05) e Espondilite (07/05). É o mês de conscientização da Fibromialgia (12/05), Mucopolissacaridose (15/05), Doença de Crohn e Colite Ulcerativa (19/05).

O Lúpus é uma doença inflamatória autoimune, que pode afetar múltiplos órgãos e tecidos, como pele, articulações, rins e cérebro. Em casos mais graves, se não tratada adequadamente, pode matar. Embora não haja cura para o lúpus, os tratamentos atuais procuram melhorar a qualidade de vida pelo controle dos sintomas e pela diminuição das crises.

A Espondilite anquilosante é uma doença inflamatória que ocorre principalmente nas vértebras da coluna e nas articulações (juntas) que ficam na região das nádegas, conhecidas como articulações sacro-ilíacas. A doença é mais comum em homens e começa no início da idade adulta.

A Mucopolissacaridose ou MPS é um subgrupo das doenças de depósito lisossômicos (DDL) as quais pertencem ao ainda maior grupo de doenças genéticas do metabolismo, causadas por deficiência de enzimas.

A Doença de Crohn é uma doença intestinal inflamatória e crônica que afeta o revestimento do trato digestivo. Já a Colite Ulcerativa é a doença intestinal inflamatória e crônica que provoca inflamação no trato digestivo.

A Fibromialgia é uma dor crônica em vários pontos do corpo, especialmente nos tendões e nas articulações. Está relacionada com o funcionamento do sistema nervoso central e mecanismo de supressão da dor.

Todas essas doenças infelizmente não tem cura, mas  possuem tratamento para controle e remissão.

Em tempos de pandemia, pacientes que sofrem dessas e outras doenças crônicas, estão vulneráveis em todos os aspectos, tratamentos, acompanhamento médico, qualidade de vida, etc. É momento de mais do que nunca, alertar a sociedade, familiares e profissionais da saúde de que essas doenças necessitam de suporte e tratamento digno, pois é essa atenção que vai fazer toda a diferença na qualidade de vida desses pacientes.

Por isso convidamos você a participar das nossas ações digitais em nossos canais de comunicação, em breve haverá muita informação e interação!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading...
%d blogueiros gostam disto: