Tem artrite reumatoide? Seu irmão corre mais risco de infartar

Estudo sueco aponta para um fator comum por trás da inflamação que, além de afetar as juntas, também pode prejudicar o sistema cardiovascular
artrite reumatoide é uma doença crônica marcada pelo acometimento de diferentes articulações do corpo, o que causa dor e limita a realização das atividades diárias. Algumas pesquisas científicas já haviam demonstrado que o paciente que convive com essa condição tem maior probabilidade de sofrer angina ou até mesmo um ataque cardíaco.
Um novo trabalho apresentado ontem (dia 15) durante o Congresso Europeu de Reumatologia (Eular), que acontece em Amsterdã, na Holanda, foi além: os experts do Instituto Karolinska, na Suécia, descobriram que os irmãos dos pacientes com artrite reumatoide também apresentam maior probabilidade de encrencas no peito.
Para chegar à essa conclusão inédita, eles avaliaram dados de 7 492 suecos com o problema nas juntas e dos 10 671 irmãos deles. As informações foram comparadas com os parâmetros de saúde de 35 120 sujeitos saudáveis e de seus 47 137 irmãos.
Os resultados mostraram que a artrite reumatoide eleva em 44% o risco de um piripaque cardíaco. Enquanto isso, os irmãos (que não tinham nenhum acometimento articular digno de nota) apresentavam um risco 23% superior em relação ao restante da população.
Acredita-se que as mesmas substâncias que lesam a membrana sinovial, estrutura que envolve as articulações, estejam por trás de um desgaste na parede dos vasos sanguíneos. Esse prejuízo, em longo prazo, pode desembocar num infarto. A inflamação seria uma característica comum entre duas (ou mais) pessoas da mesma família.
“Reforçamos a evidência de que há uma suscetibilidade compartilhada entre artrite reumatoide e doenças cardiovasculares”, comentou a epidemiologista Helga Westerlind, autora do estudo, ao comitê de imprensa do Eular. “Apesar de ainda precisarmos de novas investigações nessa área, acreditamos que é preciso adotar outras medidas de proteção cardiovascular que vão além do tratamento reumatológico tradicional”, completa.

E eu com tudo isso?

Apesar de os achados serem bastante interessantes, os médicos pedem cautela. Em primeiro lugar, é preciso que mais estudos sejam publicados para comprovar a ligação. Por enquanto, a recomendação continua a mesma: procure o reumatologista se sentir qualquer desconforto ou dor persistente. O diagnóstico precoce da artrite reumatoide faz toda a diferença para o sucesso do tratamento.
No geral, vale ainda acompanhar de perto a saúde do coração: o médico pode prescrever exames simples para avaliar alguns parâmetros importantes, como o colesterol e a pressão arterial. Além disso, ter uma vida saudável, praticar exercício físico com regularidade e fazer uma dieta equilibrada são os primeiros passos para que o corpo fique sempre em ordem.

Fonte: https://saude.abril.com.br/medicina/tem-artrite-reumatoide-seu-irmao-corre-mais-risco-de-infartar/

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading...
%d blogueiros gostam disto: